quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Mas que belo café o desta semana!

Depois de uma semana de trabalho, nada como chegar ao nosso café preferido e apreciar um elixir retemperador. E quando nos servem uma "pomada" destas no Cafe Europa, dá-nos energia para continuarmos a perseguir os nossos objectivos. Arrisco a dizer que a emissão que hoje vos trazemos é uma das melhores de sempre!

Falamos da emissão número 56, que foi para o ar no passado dia 28 de Janeiro, e que apresenta um alinhamento do melhor que já passou pelas mais de 100 horas de emissão do Cafe Europa. Podem validar por vocês mesmo descarregando a primeira hora aqui e a segunda hora aqui.

O alinhamento completo da emissão é o seguinte:
    Hora 1
  1. BLOOD AXIS - "Bearer of 10.000 Eyes - Lord of Ages " (USA)
  2. BLOOD AXIS & ROBERT N. TAYLOR - "Universal Soldier’s Song” (USA)
  3. CHANGES - "Anthem For Freedom (new version)" (USA)
  4. OF THE WAND AND THE MOON - "I Crave for You" (DIN)
  5. NEBELUNG - "Regen In Der" (GER)
  6. CADAVEROUS CONDITION - "A Dream Within a Dream" (GER)
  7. STURMPERCHT - "Der Tanz Des Tatzelwurms" (AUT)
  8. STEIN – “Wehes Scheiden" (GER)
  9. THE SOIL BLEEDS BLACK - "Mineralia" (USA)
  10. C.O.T.A. - "Come Children Come" (USA)
  11. KING DUDE - "Lord, I’m Coming Home" (USA)
  12. NAEVUS - "Song In Suspension" (GB)
  13. IN GOWAN RING - "Boat of the Moon" (USA)
    Hora 2
  1. ROME - "Demon Me (Come Clean)” (LUX)
  2. SOLBLOT - "Alderdomen" (SWE)
  3. THE SONG SPARROWS - "Rhymes Before Spring” (IT)
  4. DIN BRAD - "Of, Of, Viajä” (ROM)
  5. TROBAR DE MORTE - "Arianihod” (ESP)
  6. MANI DEUM- "The Cat And The Crow" (GRE)
  7. SOPOR AETERNUS & THE ENSEMBLE OF SHADOWS - "A Strange Thing To Say" (GER)
  8. ARCANA- "In Memorium" (SWE)
  9. GAË BOLG - "Thème Du Fou " (FR)
  10. DERNIÈRE VOLONTÉ - "Le Quai De La Gare” (FR)

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

[NOTICIA] E agora algo completamente diferente

Já lá vai há muito tempo a minha relação pessoal com o Dico, de outras paragens e outros mundos, mas prezo com muito carinho a participação dele neste espaço assinando vários artigos de opinião. Um deles que - curiosamente - esteve na génese do projecto que hoje divulgamos e que nos merece todo o apoio.

Falamos do livro "Breve História do Metal Português" que, apesar de se desviar das sonoridades aqui destacadas, é uma peça imprescindível a quem quiser conhecer melhor a história da música em Portugal. Já disponível numa versão online, terá agora a edição física a cargo da editora A Causa das Regras.

Fica o comunicado de imprensa na sua totalidade:

"Lisboa,  28 de janeiro de 2013 -  Já se encontra em pré-encomenda o livro Breve História do Metal Português. Agora em suporte papel, a obra pode ser adquirida a preço reduzido através do site da editora, a associação cultural A Causa das Regras. Portes de envio já incluídos. Todos os exemplares encomendados incluirão dedicatória.

Da autoria de Dico, Breve História do Metal Português estará igualmente disponível em livrarias a anunciar posteriormente.

A obra, revista e aumentada face à versão em e-book lançada em dezembro, inclui agora mais de 200 páginas, ao longo das quais o leitor pode encontrar fotografias a preto e branco, além de um caderno a cores. Profissional e graficamente apelativo, o livro apresenta novas biografias e diversas informações adicionais em relação ao e-book.

Esta obra inédita e única no País vem preencher uma grave lacuna na história do Heavy Metal forjado em terras lusas. Pela primeira vez, a informação sobre a génese do Metal português foi compilada num único volume.

Breve História do Metal Português relata em pormenor a história do nosso Metal desde os primórdios, nos anos 60 e 70, recorrendo para tal a entrevistas com músicos da época, a trabalhos académicos, fanzines, sites, blogues, entre outras fontes.

Nesta obra sem par conta-se a incrível saga destas bandas, que obtiveram enorme sucesso apesar das condições políticas e sociais extremamente adversas. Foi ainda durante o regime autoritário de Salazar e Marcello Caetano que surgiram os primeiros grupos, então inseridos no movimento designado “Ié-ié”. 

O leitor ficará também surpreendido pela influência que figuras como Júlio Pereira, José Cid, Fernando Girão ou o maestro Miguel Graça Moura exerceram no desenvolvimento do Heavy Rock Português.

A obra encontra-se organizada em dois capítulos. O primeiro abrange a génese do estilo em Portugal, desde os anos 60 até ao final do boom do Rock Português, em 1983. O segundo capítulo engloba os 16 anos compreendidos entre 1984 e 1999. Desde a semente dos The Playboys, passando pela afirmação dos Arte & Ofício, até ao surgimento do Underground ou da consagração dos Moonspell este livro nada deixa ao acaso. De leitura obrigatória!"

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Um tributo à pátria

Num mundo globalizado, um colectivo Russo que canta tributos à pátria lançar um disco numa editora Israelita e ser discutido num blog Português é normal. É precisamente isto que se passa com "Farewell", o mais recente trabalho dos Sunset Wings lançado pela The Eastern Front.

Criado para aqueles que apreciam melodia e tranquilidade na sua música, o NeoFolk praticado pelos Sunset Wings é acima de tudo belo e bem praticado, dando este disco uma excelente continuidade à estreia datada de 2009.

Conceptualmente esta despedida (ou até breve, como preferirem) é inspirada no famoso trabalho "Farewell To The Fatherland" do compositor, diplomata e político Polaco Michał Kleofas Ogiński, que serviu também na Lituânia e na Rússia. Apreciamos quando é no passado que vamos buscar inspiração para o presente, nós Portugueses deveríamos fazer isso mais vezes.

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. Farewell To The Fatherland
  2. The Storm Cone
  3. Tears Of Some Solitary Stars
  4. Windige Tage Auf Dieffenbachstrasse
  5. The Ice
  6. The Fires
  7. Farewell And Adieu
  8. The Sunset
  9. Poisoned (Farewell Mix)

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Os irmãos finalmente juntos

Corria o ano de 2007 quando os Harvest Rain lançaram "Blood Hymns", um disco muito bem recebido pela crítica e pelo público em geral. O que muita gente não sabia era que durante essas sessões de gravação tinham sido registados outros temas que são agora lançados pela Rage In Eden na forma deste "Gentile Peasantry".

Estes lançamentos irmãos não são na verdade tão diferentes assim, como seria natural. Um é a continuação natural do outro, contendo este último algumas faixas que foram sendo lançadas com outras roupagens (e até noutros projectos) e havendo um conjunto delas que vêm aqui a luz pela primeira vez.

Seguindo uma veia sonora muito próxima do que têm apresentado no passado e mantendo a forte inspiração no trabalho de Miguel Serrano, liricamente exploram conceitos mais esotéricos, espirituais e transcendentais. Um disco que vem completar o elo iniciado em 2007.

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. Pillars of ice 
  2. A gentile man 
  3. Iron flowers 
  4. Labour 
  5. Coat of arms 
  6. Red river tide 
  7. Thuletide (original version) 
  8. Limbs and wind 
  9. Blue ice 
  10. Bringing in the sheaves 
  11. The grip of nightfall 
  12. Shovel

domingo, 27 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Primeiro tomo de raridades

Pode não parecer, mas foi em 2012 que Robin Storey celebrou o 20º aniversário do seu projecto a solo Rapoon. Quando "Dream Circle" foi lançado em 1992 talvez nem o próprio Storey augura-se uma carreira tão longa e profícua, mas tem sido um excelente percurso recheado de grandes discos.

E para celebrar o evento de forma condigna, a Zoharum Records resolveu editar "Seeds in the Tide Volume 01", um disco duplo de material raro dos Rapoon que, como o próprio nome indica, é o primeiro tomo de uma série que terá a sua continuação num futuro próximo.

O primeiro disco desta edição, intitulado "Keepsakes and Oddities", contém faixas gravadas entre 1993 e 1999, principalmente em singles e compilações (e portanto muito complicados de encontrar). O segundo disco, intitulado "Messianic Ghosts Originals", é a reedição do muito aclamado CDr "Messianicghosts" contendo as versões originais das quatro faixas aí contidas, que foram depois sendo apresentadas noutros lançamentos posteriores mas com roupagens diferentes.

O alinhamento completo é o seguinte:
    CD1 - "Keepsakes And Oddities" (1993-1999)
  1. Fallen Gods
  2. Visionneuse
  3. Shakaah
  4. Untitled
  5. Birethen
  6. Amuz
  7. Dust Of Faith
  8. Exodus
  9. Trial Of Lies
  10. Recant
  11. Distance In
  12. Lest We Forget
    CD2 - "Messianic Ghosts Originals"
  1. Messianic Ghosts
  2. Eye Of Cloud
  3. Babel's Tongues
  4. Horned Moon

sábado, 26 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Sonoridades de outros mundos


Sempre refrescante quando vemos músicos tentarem alargar fronteiras dos géneros em que se movem, principalmente quando têm a ousadia de o fazer no seu disco de estreia. Como é o caso dos Manasuna e do seu recentemente editado "Breath Beyond".

Com o selo Rage In Eden, é também uma aposta da editora Polaca ao diversificar as sonoridades em que habitualmente se move. Temos aqui vários mundos que se encontram: a música electrónica, a étnica e a clássica, criando uma paisagem sonora rica, complexa, e que se vai desfiando à nossa frente a cada nova audição do disco.

Recorrendo a instrumentos tradicionais de vários locais exóticos do mundo e também aos mais modernos sintetizadores e computadores para criar a dicotomia orgânico / digital, os Manasuna conseguem criar um disco de estreia muito interessante, esticando as fronteiras dos vários estilos que tocam e deixando no ar a expectativa de ver o que nos irão apresentar de seguida.

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. Intro
  2. Monsoon Approaching
  3. Into the Space Behind
  4. Exile
  5. The Desert Flower
  6. Breath Beyond
  7. Rabab of the Raja
  8. Six Winds
  9. Holi
  10. Outro


sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Um café à moda Inglesa

Aqui estamos novamente, naquela mesa que mais gostamos no Café Europa, prontos a apreciar mais duas horas de grande música. Desta feita trazemo-vos a emissão número 55 que foi para o ar no passado dia 21 de Janeiro.

Uma emissão especialmente dedicada ao mais recente trabalho de Fire + Ice, "Fractured Man", um grande disco do qual falamos aqui e que merece todo o destaque que aqui tem. Podem descarregar a primeira hora da emissão aqui e a segunda hora aqui.

O alinhamento completo da emissão é o seguinte:
    Hora 1
  1. X-TG (vocals by Sasha Grey) - "Afraid" (GB)
  2. RAKSHA MANCHAM - "Hâmilu Al-Hawa" (BEL)
  3. KARNNOS - "Strife … To Find A Tortuous Way" (PT)
  4. SOL INVICTUS - "Abbatoirs Of Love" (GB)
  5. FIRE + ICE - "Fractured Man" (GB)
  6. FIRE + ICE - "Caratacus" (GB)
  7. FIRE + ICE - "Treasure House" (GB)
  8. FIRE + ICE - "Nimm" (GB)
  9. CURRENT 93 - "The Ballad Of Bobby Sunshine" (GB)
  10. THE INCREDIBLE STRING BAND - "The Minotaur's Song" (GB)
  11. INNER GLORY - "Evening Of a New Day" (IT)
  12. SIEBEN - "The Rattle Of Drums" (GB)
    Hora 2
  1. NICO - "Afraid" (GER/USA)
  2. SALLY DOHERTY - "I Am River" (GB)
  3. TUHAT KUOLEMAA SEKUNNISSA - "Näkyjä" (FIN)
  4. SILENT LOVE OF DEATH - "The Sacred Altar" (ESP)
  5. ARGINE - "In Silenzio (Moon Version)" (IT)
  6. CURRENT 93 - "The Use Of Compassion Explained" (GB)
  7. FIRE + ICE - "Have You Seen?" (GB)
  8. FIRE + ICE - "Jubal And Tubal Cain" (GB)
  9. FIRE + ICE - "Aelfsiden" (GB)
  10. FIRE + ICE - "Fractured Again" (GB)
  11. NEBELKORONA - "Morgenstunden" (GER)
  12. OM - "Rays Of the Sun / To The Shrinebuilder" (USA)
  13. SCOTT WALKER - "Epizootics" (USA-GB)

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

[EVENTO] Mais um concerto de DV

Mais um concerto de Dernière Volonté é sempre uma boa notícia, e desta feita bem pertinho de nós, aqui já ao lado em Madrid. Cortesia dos amigos da De Profundis, que prometem mais novidades para breve - e aqui estaremos para delas falar!

Mas voltando ao evento de hoje, terá lugar no próximo dia 2 de Fevereiro na sala Ritmo y Compás, e contará em palco para além do projecto Francês com a presença dos Catalães L'Horrible Passion.

Um excelente concerto em perspectiva e sendo aqui tão perto, porque não dar um salto até Madrid e desfrutar de uma noite que se perspectiva excelente? E descansem que teremos mais motivos para ir a Madrid em breve. Stay tuned! ;)

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Nunca digas jamais

Já na fase final de preparação do seu novo disco com La Chanson Noire, "Macumba Stereo", Charles Sangnoir ainda arranjou um bocadinho de tempo na agenda para criar um novo projecto chamado Cabaret Jamais, do qual nos apresenta agora o primeiro lançamento.

Com selo Necrosymphic Entertainment, este disco homónimo junta ao profícuo compositor e artista a diva nacional Patrícia Andrade, que tem criado um excelente trabalho com as Crystal Mountain Singers. Pode também ser descarregado gratuitamente da página da editora.

São apenas quatro faixas em que fica bem latente a qualidade que a música nacional tem. Músicas mais ligeiras mas nem por isso menos recheadas e bem compostas, evidenciando a voz cristalina de Patrícia e a execução multi-instrumentista de Charles, numa demonstração que temos muito e de muito boa qualidade dentro de portas.

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. Devil in the Machine
  2. Entre Tu e Eu
  3. Lay my Bones
  4. Nada me Apetece

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Em equipa que ganha não se mexe

É incrível o volume de criação que Ewald Spiss consegue gerar, sempre com uma qualidade acima da média. Mas é através do seu projecto Jahrtal que o compositor Austríaco é mais conhecido entre nós. Corria o ano de 2007 quando editou por si próprio o CDr "Zwei Lieder" que, como o próprio nome indica, era um single com duas músicas. Talvez pelo sucesso que o formato teve, rapidamente esgotado, resolveu reutilizar o conceito no final do ano passado.

Este novo single que hoje vos trazemos tem o nome "Zwei Landler" e é também editado pelo próprio Spiss. Conta com uma colaboração de Johannes Waibl, e nas duas músicas que o compõem podemos novamente apreciar o Folk carregado de sentimento e de excelente execução que os Jahrtal nos têm habituado. São injustamente pouco conhecidos para a qualidade criativa que apresentam, e urge inverter essa situação. Têm aqui uma boa oportunidade para o fazer.

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. Der Kugelete
  2. Der Stricker Landler

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

[NOTICIA] O monstro da floresta

Foi em Dresden que tivemos o primeiro contacto com os The Enchanted Wood, e daí até colocar as mãos no seu primeiro disco foi um instantinho. Falamos de "Monster Parade", editado no final do ano passado pela Steelwork Maschine.

Curiosamente com data de lançamento do dia anterior ao terem tocado no Festival Runes & Men, esta estreia do colectivo Francês apresenta uma qualidade acima do normal para uma estreia. São nove composições de bela monstruosidade, pecados inarráveis e melancolia a transbordar por todos os lados.

Uma sonoridade Folk com uma toada mais experimental, relembrando por vezes o ambiente do seminal Twin Peaks, tem uma toada poética sem soar pretensioso. Um disco para ser apreciado nestas noites de Inverno tempestivo à lareira e bem acompanhados.

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. The Ogre At Midnight
  2. Children Of Solitude
  3. Monster Parade
  4. The Ape King
  5. Death Is Knocking At Your Door
  6. Death To My Neighbour
  7. The Cotton Song
  8. An Invisible Friend
  9. The Phantom Creeps

domingo, 20 de janeiro de 2013

[EVENTO] Dinamarqueses em Zagreb

Hoje trazemo-vos uma proposta para darem um salto até à Croácia ou, quem sabe, aproveitarem o facto de por lá andarem durante este mês. Mais concretamente em Zagreb, no próximo dia 26 de Janeiro, data do evento de que falamos.

Os protagonistas da noite são Dinamarqueses, duas das melhores propostas saídas desse país Nórdico. Falamos naturalmente dos Of The Wand And The Moon (com Kim Larsen em grande estilo na figura do poster do evento) e dos Die Weisse Rose.

No caso particular do projecto de Thomas Bøjden, terá a participação especial de John Murphy (que se tornou mais conhecido pelas participações com Death In June) na percussão, dando um brilho extra à já previsivelmente boa actuação.

O evento terá lugar no Vip Club, na capital Croata, e como habitual teremos os DJ's convidados a continuar a animação da noite até que os corpos estejam demasiado fatigados para continuar, ou que sejam todos expulsos do receito. É normalmente a segunda que acontece...

sábado, 19 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Antes tarde do que nunca

Apesar de ter já saído no final do ano passado, seria uma injustiça não falar nesta casa do mais recente trabalho de King Dude. Falamos de "Burning Daylight" que surge pela mão da Ván cerca de um ano depois do disco de estreia.

Este é o projecto a solo do Norte-Americano Thomas Jefferson Cowgill, que para além da música assegura também o trabalho gráfico do disco. Um artista completo, portanto, que nos apresenta um disco de histórias da luta constante do homem pela sobrevivência entre deus e o diabo, entre o bem e o mal, entre as trevas e a luz.

Melodias suaves tendo a guitarra como base é o que podemos encontrar a nível sonoro, com uma matriz Folk bem denotada e um travo ao Pacífico latente ao longo das 11 faixas que compõem este trabalho.

O disco está disponível em duas edições, ambas limitadas: em vinil, numa embalagem especial, com impressão de luxo e vinil vermelho escuro de 180g; em CD, num digipack também ele construído de forma especial, com impressão de qualidade superior. Tudo para nos proporcionar uma experiência que nos faça retornar ao mundo de King Dude mais vezes.

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. Intro
  2. Holy Land
  3. Barbara Anne
  4. I'm Cold
  5. Vision In Black
  6. Jesus In The Courtyard
  7. I Know You're Mine
  8. My Mother Was The Moon
  9. Lorraine
  10. You Can Break My Heart
  11. Lord, I'm Coming Home

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Regresso mais de 25 anos depois

Corria o ano de 1985 quando Boyd Rice voa para Londres para se encontrar com Jeff Rushton e Peter Christopherson (na altura da ruptura com Throbbing Gristle e o início dos Coil) e gravar uma sessão para um disco partilhado com os Current 93 que se tornou um mito.

O trio nomeou-se Sickness Of Snakes e essas três faixas são agora reeditadas pela Soleilmoon Recordings como "Nightmare Culture". O disco está disponível em duas versões em vinil (uma em 12'' regular e outra em vinil vermelho, numerada à mão e limitada a 99 cópias) e também em CD.

Para além das músicas propriamente ditas, quer no vinil quer no EP temos fotos inéditas do trio e um ensaio escrito por Boyd Rice. Uma reedição de luxo que presta o devido tributo a um disco icónico e a dois monstros sagrados que infelizmente já não estão entre nós. Pelo menos que o terceiro se mantenha por muito mais tempo!

O alinhamento completo é o seguinte:
  1. Various Hands
  2. The Swelling Of Leeches
  3. The Pope Held Upside Down

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

[NOTICIA] Sai um café com cheirinho

Mais uma semana passada, mais um regresso à mesa preferida do Cafe Europa para apreciarmos duas horas de excelente música. Desta feita trazemo-vos a emissão número 54, que foi para o ar no passado dia 14 de Janeiro.

Uma emissão muito ecléctica em termos geográficos, já que somos convidados a percorrer um caminho que passa por 12 países diferentes sempre muito bem acompanhados da melhor música que se faz (literalmente) por esse mundo fora. Podem descarregar a primeira hora aqui e a segunda hora aqui, para apreciarem sempre e quantas vezes quiserem.

O alinhamento completo da emissão é o seguinte:
    Hora 1
  1. DEATH IN JUNE – ” Love Murder” (GB)
  2. DEATH IN JUNE - ”The Enemy Within” (GB)
  3. FIRE + ICE – ”Nimm” (GB)
  4. STEIN - ”Verlorener Posten” (GER)
  5. BELBORN - ”Tod Ist Die Liebe” (GER)
  6. FRÄKMÜNDT –” Tüüfelsbrogg” (SUI)
  7. ALLERSEELEN - ”Ob Auch Mein Herz So Funkelt” (AUT)
  8. ALLERSEELEN + SANGRE CAVALLUM - ”Cantaros D'Euforia” (AUT+POR)
  9. O PARADIS - ”Marqués Du Pubol” (ESP)
  10. DER BLUTHARSCH AND THE INFINITE CHURCH OF THE LEADING HAND – ”Abacus” (AUT)
  11. CULT OF YOUTH - ”Prince Of Peace” (USA)
  12. KING DUDE - ”You Can Broke My Heart” (USA)
    Hora 2
  1. JOYAUX DE LA PRINCESSE  - "Messages 1940-1943: Edités Au Profit Des Victimes Des Bombardements Par "PATHE-MARCONI" (FRA)
  2. JOYAUX DE LA PRINCESSE  - "A_V.Alexandrov (German’s Land)" (FRA)
  3. DERNIÈRE VOLONTÉ - "Der Zörn Gottes" (FRA)
  4. DERNIÈRE VOLONTÉ - "Les Orages Du Crime" (FRA)
  5. A CHALLENGE OF HONOUR - "Theme For Play The Game" (HOL)
  6. H.E.R.R. - "Fruhlings Erwachen" (HOL)
  7. WAPPENBUND - "Dead March (In Gedenken)" (GER)
  8. TRIARII - "Iron Fields" (GER)
  9. PUISSANCE - "Evolution" (POL)
  10. LES JUMEAUX DISCORDANTS - "Die Götter Sind Hier'" (IT)
  11. LES SENTIERS CONFLICTUELS & ANDREW KING - "'The Fall'" (FRA-GB)
  12. FIRST HUMAN FERRO feat. ALBIREON - "'Prosa Profana'" (UKR-IT)

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

[EVENTO] Vamos ver novamente DV?

Não é preciso muito mais para nos despertar o interesse num evento do que ter a presença de Dernière Volonté em palco. Sim, é tendencioso, talvez até irracional, mas a paixão não se descreve com números ou palavras, mas com sentimento. E ficamos sempre mais felizes depois de passar um bocado com a música de Geoffroy Delacroix.

E a próxima oportunidade de ver o Francês ao vivo será na Suíça, mais propriamente em Yverdon (a norte de Lausanne), no próximo dia 26 de Janeiro. Será um evento especial porque contará também com a presença em palco do colectivo Kriminal Kabarett que, como o nome indica, vão inundar de burlesco o Les Citrons Masqués, local onde tudo vai acontecer.

E o "tudo" continua depois dos eventos com DJ's residentes e convidados, exposições de roupas e acessórios e, acima de tudo, muito boa música. Serão até recebidos com um absinto de brinde, por isso está tudo alinhado para dar um salto até à Suíça no final de Janeiro. É já ali ao lado, e está fresquinho.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

[EVENTO] Para quem não tem complexos

A distância é uma coisa lixada - não estivesse nessa altura do outro lado do mundo (quase literalmente, para os mais geograficamente correctos desse lado), e não faltaria ao evento que hoje trazemos. Depois de nos termos deliciado com o disco, temos agora a oportunidade de ver ao vivo a música mais gay para públicos mais straight que existe.

Falamos claro de Hirsute Pursuit e Boyd Rice juntos em palco, para trazer os melhores momentos de "Tighten That Muscle Ring" (e há vários a escolher!) a quem marcar presença no Clube Europa, em Brooklyn, Nova Iorque, na noite do próximo dia 24 de Janeiro.

Se não fosse suficiente contarmos com os cabeça de cartaz (no pun intended), teremos ainda em palco a presença dos Cult Of Youth e dos House Of Blondes, para além dos DJ's convidados para continuarem a festa pela noite fora.

Se tiverem a felicidade de estarem desse lado do mundo na próxima semana, não faltem! E digam como foi, para ficarmos (um bocadinho mais) roídos de inveja...

[EVENTO] Agenda de Eventos - 2013

Uma lista de alguns eventos seleccionados para 2013:

JANEIRO
FEVEREIRO
MARÇO
ABRIL
MAIO
JUNHO
JULHO
AGOSTO
    SETEMBRO
    OUTUBRO
    NOVEMBRO
    DEZEMBRO

    segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

    [NOTICIA] Regresso do mestre

    Não é segredo para ninguém a admiração que há deste lado por Boyd Rice, um dos ícones de sempre e talvez um dos últimos grandes Heróis vivos (sim, daqueles com letra grande, material do qual são feitos os sonhos de juventude). Por isso receber um disco novo dele é sempre um momento especial, principalmente quando eles são tão raros.

    "Back To Mono" é um trabalho em que Boyd Rice e o seu alter-ego NON regressam às suas origens, bem na génese do Noise como estilo musical. Um disco que reúne um conjunto de novas gravações, material inédito dos anos 70 (quer de estúdio quer ao vivo) e uma versão do primeiro lançamento da Mute - selo que lança também este trabalho.

    Segundo as palavras do próprio Boyd, "Warm Leatherette" (a tal versão) é a melhor música de Pop Electrónico jamais feita, e um tema que esteve umbilicamente ligado a toda a sua carreira. Um regresso às edições com muitos motivos de celebração, como se pode portanto constatar.

    O trabalho é apresentado em duas versões: uma regular, em CD, e uma limitada a 1000 exemplares, em vinil branco de 180 gramas, que inclui também a cópia do CD em envelope de cartão. Mais um marco na história da música, que devem ter na vossa discoteca.

    O alinhamento completo é o seguinte (igual em ambas as versões):
    1. Turn Me On, Dead Man
    2. Watusi
    3. Back To Mono
    4. Seven Sermons To The Dead
    5. Obey Your Signal Only
    6. Man Cannot Flatter Fate
    7. Scream
    8. Back To Mono (Live)
    9. Turn Me On, Dead Man (Reprise)
    10. Fire Shall Come
    11. Warm Leatherette